Notícias

14 de março de 2019

O que você vai ver nos cenários da 20ª Toca do Coelho?

 

Árvore e a Fotossíntese - A fotossíntese é o processo realizado pelas árvores para que haja produção de energia necessária para que possam se manter vivas. É a produção de alimento pela própria árvore. Para que aconteça tal processo a árvore retira o gás carbônico do ar e também utiliza a energia do Sol.

Erva Mate - O nome científico da erva-mate é Ilex paraguariensis. No Brasil e países vizinhos, é chamada de congonha ou simplesmente de mate. O vegetal origina-se das aquifoliáceas, família de árvores típica da América do Sul na região subtropical do Paraguai. A erva-mate é consumida com maior ênfase no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. É considerada árvore símbolo do Rio Grande do Sul.

Bambu - A espécie vegetal conhecida vulgarmente por bambu pertence à família das Gramineae e apresenta mais de mil espécies espalhadas pelo mundo. A Ásia é o maior centro de biodiversidade do bambu, podendo ser considerada seu berço, principalmente pela grande aceitação que o bambu encontra junto à população. Por sua estrutura e utilidades se assemelha às árvores. Usado na alimentação, fabricação de móveis e utensílios, carvão, papel, edificações e químicos.

Ipê - O ipê é uma árvore do gênero Tabebuia, pertencente à família das bignoniáceas, podendo ser encontrada em seu estado nativo por todo o Brasil. Durante muitos anos o Ipê foi considerada a árvore nacional. Foi substituída pelo Pau-Brasil, tendo o título modificado para flor nacional.
O Ipê costuma perder todas as suas folhas durante o inverno e ficar repleto de flores no início da primavera. A madeira do ipê é considerada madeira de lei devido as suas características: resistente, flexível e dura. É muito utilizada nas construções civis e navais.
O Ipê costuma ter entre 6 a 12 metros, sendo que o ipê amarelo pode chegar até 25 metros dependendo do local plantado. Na primavera costuma oferecer um espetáculo de cores se destacando em meio a tantas outras espécies nos espaços públicos. A coloração das flores pode ser nas seguintes cores: branca, amarela, vermelha, rosa e roxa.

Pau-Brasil - Foi a descoberta da existência desta espécie que deu origem ao nome do país, depois da chegada dos navegadores portugueses no Brasil. Possui madeira em tons escuros e com características bem específicas: é rígida, muito resistente e pesada. Por esse motivo foi muito estratificada para uso em marcenaria. A resina da árvore possui uma intensa cor avermelhada. É provavelmente por esse motivo que a árvore recebeu o nome de pau-brasil, pela origem na palavra brasa (bersil), que remete aos tons terrosos e avermelhados de sua casca e de sua resina.
Exploração do pau-brasil - A história da exploração da árvore se mistura com a chegada dos navegadores portugueses ao Brasil, estendendo-se por todo período de colonização. O pau-brasil foi a primeira forma de exploração utilizada pelos portugueses, sendo, provavelmente, o primeiro negócio e fonte de riqueza da Coroa Portuguesa no país.
Da árvore eram utilizadas duas partes: a madeira e a resina. A madeira, por sua característica de resistência e durabilidade, foi utilizada para construção de móveis luxuosos. Já a resina, de cor avermelhada, era extraída e utilizada como tintura para tecidos. O colorante feito a partir do pau-brasil era chamado de brasileína.
O uso da resina como corante não foi uma descoberta dos portugueses. Quando chegaram ao Brasil este processo já era feito pelos índios que habitavam as terras brasileiras, sendo, portanto, apropriado e explorado pelos portugueses.
Em virtude de sua importância para a história do país, o pau-brasil recebeu o título de Árvore Nacional no ano de 1978, através da publicação da lei nº 6607/78. O dia 3 de maio foi escolhido como data comemorativa do Dia do Pau-Brasil, para relembrar a importância da preservação da árvore.

Seringueira ou árvore-da-borracha - Sua madeira é branca e leve e, de seu látex se fabrica a borracha. Seu fruto encontra-se em uma grande cápsula com sementes ricas em óleo, que pode servir de matéria-prima para resinas, vernizes e tintas. Por serem ricas em nutrientes, as sementes são usadas na produção de suplementos alimentares. O trabalhador que retira o látex da seringueira chama-se seringueiro.
A seringueira é uma árvore originária da bacia hidrográfica do Rio Amazonas, onde existia em abundância e com exclusividade, características que geraram o extrativismo e o chamado ciclo da borracha, período da história brasileira de muita riqueza e pujança para a região amazônica.

Arvore de Páscoa – Osterbaum - A árvore da Páscoa é montada com um galho seco, que simboliza a frieza e morte do sepulcro de Jesus Cristo. No galho são colocadas cascas de ovos coloridos, que simbolizam a alegria da vida que significa a Ressurreição do Senhor.
Entre os vários símbolos usados na Alemanha durante a Páscoa, está o Osterbaum – a Árvore da Páscoa. As Tradições da Páscoa, como as de outras festas religiosas, têm sua continuidade na Alemanha de hoje e foram levadas a outros países pelos que emigraram.
Um dos símbolos que mais identifica a cultura alemã durante o período da Páscoa é a Osterbaum. Muitas cidades que foram povoadas pelos imigrantes germânicos utilizam-se dessa tradição para a sua promoção turística. É o caso de Pomerode, em Santa Catarina, que anualmente monta uma das maiores Osterbaum do mundo e tem atraído inúmeros visitantes que vêm até a cidade para fotografá-la.

Sobreiro - O sobreiro, sobro, sobreira ou chaparro é uma árvore da família do carvalho, cultivada no Sul da Europa e a partir da qual se extrai a cortiça. O sobreiro é a espécies de árvores mais predominante em Portugal, sendo mais comum no Alentejo litoral e serras algarvias.
Graças à cortiça, o sobreiro tem sido cultivado desde tempos remotos. A extração da cortiça não é prejudicial à árvore, uma vez que esta volta a produzir nova camada de "casca" com idêntica espessura a cada 9 anos, período após o qual é submetida a novo descortiçamento.
A finalidade da cortiça é a fabricação de isolantes térmicos, tecido de cortiça (vestuário e acessórios, tais como malas, bolsas, carteiras e sapatos), materiais de isolamento sonoro de aplicação variada e ainda materiais da indústria aeronáutica, automobilística e até aeroespacial, mas sobretudo é utilizada na produção de rolhas para engarrafamento de vinhos e outros líquidos. Portugal é o maior produtor mundial de cortiça, sendo a cortiça portuguesa responsável por 50% da produção mundial.

Bonsai - é uma árvore em miniatura, cultivada em um vaso ou em pequenos recipientes. É uma expressão artística da natureza, cujo grau de beleza depende do cuidado dispensado por seu cultivador.
Bonsai é uma palavra japonesa que em português significa “plantando em uma bandeja”. São árvores maduras, miniaturizadas através de podas contínuas de galhos e raízes e amarrações com arame.
O bonsai teve sua origem na China, acredita-se antes do século VIII, quando já era grande o interesse dos chineses por pedras decorativas e por manter árvores em vasos. Durante esse período, no Japão, houve uma grande influência da cultura chinesa, com forte expansão do Budismo. Foi nessa época que o gosto por árvores em miniatura começou a ser difundido naquele país.

Araucária - é o nome popular dado para a árvore da espécie Araucaria angustifolia, que também possui outros diversos nomes populares como: Pinheiro-do-paraná, Curi, Pinheiro-brasileiro, Pinheiro-caiová, Pinheiro-das-Missões e Pinheiro-São-José. A maior incidência na árvore conhecida no Brasil é no Paraná, sendo assim considerada a árvore símbolo no Estado. As araucárias são encontradas somente no hemisfério Sul.
Esta árvore pode medir de 20 a 50 metros de altura, possui sua copa voltada para o céu, o tronco cilíndrico e reto; sua espessura pode variar de 90 a 180 cm, com uma casca grossa (com até 10 cm de espessura), cor marrom-arroxeada, áspera e rugosa. Estruturas florais da espécie são polinizadas entre setembro e outubro. Esta planta possui macho e fêmea. As plantas fêmeas são as que produzem as pinhas, com 20 cm de diâmetro, sendo que cada uma pode abranger até 150 sementes (pinhões). Já a planta macho é responsável pela formação de cones alongados que podem chegar até 15 cm de comprimento e 4 cm de diâmetro, e é este cone que produz o pólen. Entre abril e julho, 20 meses depois de sua polinização, as pinhas já amadurecidas soltam pinhões saborosos que são procurados por animais como aves e mamíferos.
As Araucárias fêmeas florescem o ano inteiro, os machos florescem entre os meses de agosto e janeiro. As sementes são extremamente ricas em reservas energética e em aminoácidos.
A reprodução ocorre de forma que o vento transporte o pólen das plantas masculinas até as plantas femininas. Esse tipo de polinização é chamado de anemófila. Esta árvore pode possuir diversas utilidades: ornamentação, paisagismo de praças, combustível para fornos e lareiras e o pinhão como alimento.

Piaçava - piaçaba, piaçá, coqueiro-piaçaba, japeraçaba, pau-Piaçaba, piaçabeira, piaçaveira e vai-tudo são os nomes populares de duas espécies de palmeira cujas fibras são utilizadas na fabricação de vassouras e coberturas. Attalea funifera é nativa da Bahia, no Brasil e Leopoldinia piassaba é nativa da Amazônia. "Piaçava", "piaçaba" e "piaçá" também designam a vassoura fabricada com essa fibra. Seu nome tem origem na língua tupi, significando "planta fibrosa", devido ao seu caule característico. Possui estipe liso e cilíndrico, desde o subsolo até 15 metros de altura, folhas eretas, verde-escuras, com pecíolo longo e frutos comestíveis. A fibra dura e flexível é extraída das margens dos pecíolos e utilizada na confecção de vassouras e escovas, artesanato e coberturas de cabanas. Suas sementes, por sua vez, fornecem marfim-vegetal.

Sobrenome Portugueses - Já reparou que os existem muitos sobrenomes portugueses que têm origem em árvores? Existem várias teorias que tentam explicar o motivo pelo qual há vários sobrenomes portugueses com nome de plantas (Pinheiro, Pereira, Carvalho, Macieira, Oliveira). A teoria predominante é que esses nomes teriam sido adotados pelos judeus obrigados a converter-se ao catolicismo na época da Inquisição. Ao mudarem de religião (ou ao fingir que mudavam, como era a maioria dos casos) os judeus mudavam o seu sobrenome para um nome português e tinham o hábito de escolher nomes de árvores.
A origem dos sobrenomes portugueses pode ser muito diferente. Outro pormenor curioso é a origem dos apelidos terminados em “es”, como Nunes, Fernandes, Gonçalves. Estes apelidos são de origem patronímico. Antigamente, sempre que um casal tinha um filho, o apelido desse filho era a adaptação do nome do pai. Por exemplo, se um homem chamado Nuno tivesse um filho chamado João, esse filho seria João Nunes, que significa “João, filho de Nuno”.

Dia da Árvore - O dia da árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro.

Árvore e Sombra

Árvore e os Frutos

Árvore e as Construções

Árvore e o Papel

Árvore de Natal

Árvore e os Móveis

Árvore e os Brinquedos

Árvore e a Lenha

Árvore a o Carvão

Árvore e os Chás

Árvore e as Sementes

Árvore e os Utensílios Domésticos

Árvore e a Perfumaria

Árvore e as Máquinas e Utensílios Agropecuários

Árvore e muito mais.

 

 

 
Veja as edições anteriores da Toca:
2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018